fbpx
O mito das 8 horas

O Mito das 8 horas. É verdade isso?

Você já ouviu falar no mito das 8 horas? Dentro da música existe um mito que para ser bom você deve estudar no mínimo 8 horas por dia. Será que isso é verdade? Para chegarmos a uma conclusão, primeiro vamos diferenciar duas coisas: o músico profissional e o músico amador. O músico profissional é aquele que quer ter a música como profissão, como fonte principal de renda. Esse músico, principalmente no início da carreira, 90% dos casos tem que se submeter a tocar de tudo, em vários eventos diferentes e vários repertórios diferentes. O músico amador é aquele que, assim como o profissional, ama a música, porém não vive dela, não tem a música como fonte principal de renda. Qual a diferença básica entre esses dois? 

Vamos tratar desse assunto mais específicamente em outro post, mas a diferença básica é que o músico amador pode escolher o que tocar, quando tocar e o que não quer tocar de jeito nenhum. O músico profissional, como tem sua renda vinda diretamente da música, muitas vezes tem que tocar músicas que não gosta muito por causa do cachê. Mas o que tudo isso tem a ver com o mito das 8 horas?

Receba nossa newsletter

Amor x Trabalho

Gostar de música, do instrumento que toca é um pré-requisito básico, porque já adiantando aqui, seja 8 horas ou mais, você não vai conseguir estuda tanto todos os dias se não gostar. O músico profissional é mais provável que irá tocar de tudo, porque quando se é um bom músico, as pessoas chamam para seus projetos, bandas, eventos em geral, e cada projeto desse tem um repertório diferente. O músico profissional pode tocar dois shows diferentes na mesma noite, um show de rock e outro de sertanejo por exemplo. Então o músico profissional precisa se preparar mais para essas situações, porque são esses eventos que pagam seu dinheiro. Já o músico amador, como não depende financeiramente da música, ele pode criar uma banda que só toca rock, e estudar apenas rock todos os dias. Isso impacta diretamente na quantidade de horas que você precisa estudar.

É possível estudar 8 horas por dia?

Quando eu começo a dar aulas para um aluno, eu sempre pergunto: Qual a sua disponibilidade para estudar durante a semana? Geralmente a resposta é sempre muito bonita, como por exemplo: Eu tenho a manhã e a noite toda para estudar. Então eu peço 30 minutos por dia, ou 2 horas por dia (para alunos que querem ser profissionais). Mesmo que você tenha poucas obrigações no dia a dia, como estudo ou trabalho, você precisa comer, você provavelmente quer assistir um filme, passar um tempo com a família, sair com os amigos, e tudo isso vai influenciar nos seus estudos. Por isso que sempre digo que essa coisa de estudar 8 horas por dia é um mito e não se sustenta por muito tempo. Melhor do que estudar muitas horas todos os dias, e sacrificar outras coisas que também são importantes, é estudar da maneira certa e constante.

O mito das 8 horas

O mito das 8 horas

Ao estudar música, ouvimos várias pessoas falando sobre o mito das 8 horas de estudos, que você precisa estudar 8 horas por dia. Isso é verdade?

Leia mais
O que são acordes

O que são acordes?

Os acordes são o resultado de várias notas tocadas juntas. Existem 4 tipos de acordes, e cada um deles tem uma função em uma música.

Leia mais
O que são acidentes musicais

Acidentes Musicais

Os acidentes musicais são alterações feitas nas notas naturais. Existem 5 acidentes musicais, mas cada um tem sua função muito específica.

Leia mais

Então, como eu estudo melhor?

Gostar de música, do instrumento que toca é um pré-requisito básico, porque já adiantando aqui, seja 8 horas ou mais, você não vai conseguir estuda tanto todos os dias se não gostar.  Para melhorar seus estudos, de uma forma que você veja seu resultado em pouco tempo, você precisa estabelecer metas específicas. Para ser um bom músico, só estudar o instrumento não é suficiente. No meu caso, atualmente, estudo: Percepção musical, Repertório e Instrumento. Dentro desses três campos, eu tenho metas específicas, e só passo para outro ponto quando dominar o assunto que estou estudando atualmente. Então se eu tenho 1 hora para estudar em uma segunda-feira por exemplo, eu procuro focar essa 1 hora em estudar novas formas de harmonização por exemplo, e estudar e repetir isso durante um mês ou mais, quanto tempo for necessário para que eu domine aquilo que estou estudando. 

O mais importante dos estudos é entender o passo a passo. Lembre-se que estudar é errar, consertar, repetir, e muitas vezes fazer isso várias vezes durante algum tempo, e uma das coisas que acaba com a motivação do estudante de música é repetir duas vezes, errar, e achar que aquilo não é para ele, que ele não tem o dom. Quando for estudar, não vá com sede ao pote. Tenha paciência, respeite seu tempo, e seja focado, essas três coisas te levarão longe. Aqui vai uma dica de estudo, dois posts do nosso blog falando sobre Acidentes Musicais e O que são Acordes. Além dos posts no nosso blog, temos também vídeos com dicas no nosso canal do Youtube.

Quanto tempo devo estudar a final?

Obviamente essa resposta não é simples, e varia de acordo com cada um, porque cada um tem a sua rotina. Mas vamos lá tentar resolver isso. O músico profissional, ou aspirante a  músico profissional, deve estudar para várias situações que certamente irão aparecer e exigir habilidade no instrumento. Um estudo focado, eu aconselharia entre 1-2 horas por dia, com bastante foco e disciplina. Lembre-se de estudar outras coisas além do instrumento também, como partitura, percepção musical, arranjo etc.

Para o músico amador, eu aconselharia entre 30 minutos e 1h. Óbvio que vai depender de onde você quer chegar e em quanto tempo. mas com esse tempo de estudo diário o avanço é rápido, e isso eu posso te afirmar com certeza. Tenho vários alunos(as) que desenvolveram bastante usando o método de estudo que eu passo nas aulas, assim como tenho alunos que entraram na universidade também usando esse mesmo método. Caso queira ter acesso a dicas sobre estudos, sobre piano, teclado e vários outros assuntos interessantes na música, cadastre-se na nossa newsletter, colocando o seu nome e seu melhor email abaixo.

Facebook
Twitter
WhatsApp